Domingo
18 de Abril de 2021 - 

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
30ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva a

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
28ºC
Min
23ºC
Instável

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
27ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
30ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva a

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
28ºC
Min
23ºC
Instável

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
27ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Alagoas pode voltar a decretar fechamento 'se taxa de ocupação subir muito', afirma governador

1 de 1 Governador de Alagoas, Renan Filho (MDB) — Foto: Márcio Ferreira/Ascom O governador Renan Filho (MDB) disse nesta quarta-feira (24) que Alagoas pode decretar novamente o fechamento de setores produtivos caso a taxa de ocupação de leitos voltar a subir muito. A medida seria uma alternativa para evitar hospitais superlotados se a população continuar a desrespeitar medidas de prevenção contra a disseminação do coronavírus. "Eu tenho lutado muito para não fechar mais os setores produtivos do Estado, para não fechar a economia, mas é fundamental que empresários e que o cidadão alagoano compreendam que a gente não pode ver superlotados os hospitais, porque se a taxa de ocupação subir muito, não nos restará outra alternativa", alertou. O apelo foi feito durante uma entrevista coletiva nesta manhã, que antecedeu a assinatura da ordem de serviço para a construção da Base Descentralizada do Samu/Corpo de Bombeiros sob o viaduto da antiga sede da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na parte alta de Maceió. Alagoas vai receber 37,4 mil novas doses de vacina contra a Covid-19 Na ocasião, o governador também comentou a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que Estados e Municípios podem comprar e fornecer à população vacinas contra a Covid-19. "Se tiver vacina à venda, nós vamos comprar. Vamos imunizar nosso povo com esforços financeiros próprios do caixa estadual alagoano", afirmou Renan Filho. A permissão valerá caso o governo federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou caso as doses previstas no documento sejam insuficientes. A ação julgada foi apresentada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e a decisão do STF foi tomada de forma unânime. Veja os vídeos mais recentes do G1 AL 200 vídeos Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
24/02/2021 (00:00)
Visitas no site:  418068
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.