Segunda-feira
24 de Junho de 2024 - 

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
32ºC
Min
24ºC
Chuva

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
35ºC
Min
27ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
32ºC
Min
24ºC
Chuva

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
35ºC
Min
27ºC
Parcialmente Nublado

Protocolo Eu Te Vejo compõe programação do XXXIII FONAJUV

Na última sexta-feira (17), a juíza Vanessa Cavalieri, titular da Vara da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro e coordenadora do CEJUSC de Justiça Restaurativa, palestrou no XXXIII FONAJUV, evento que tem como missão unir e apoiar os magistrados da infância e da juventude no Brasil, a fim de fortalecer sua atuação e possibilitar o compartilhamento de experiências na área. Nesta edição, realizada na Escola Superior da Magistratura de Santa Catarina (ESMESC), Cavalieri abordou aspectos práticos do Protocolo Eu Te Vejo e versou sobre estratégias de inclusão escolar, combate ao bullying, cuidados com a saúde mental e riscos do uso excessivo de telas. Também foi apresentado o fluxo de atendimento socioeducativo a adolescentes envolvidos em episódios de violência extrema, com atuação intersetorial e sem a necessidade de encarceramento. Sobre sua participação no Fórum, a magistrada afirmou: “A troca de experiências com os colegas de outros estados é extremamente rica e nos traz reflexões importantes sobre o lugar do Judiciário no atendimento socioeducativo.” O XXXIII Fórum Nacional da Justiça Juvenil (FONAJUV) também contou com a participação do Ministro Rogério Schietti, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que palestrou sobre o posicionamento recente do Tribunal acerca da audiência de apresentação do adolescente em conflito com a lei e a determinação de interrogatório. Sobre o Protocolo  O Protocolo Eu Te Vejo é uma iniciativa da Vara da Infância e Juventude (VIJ) e do CEJUSC de Justiça Restaurativa do TJRJ para conscientizar famílias, escolas e o sistema de Justiça sobre as causas da violência escolar. Com as estratégias do Protocolo, é possível transformar as relações dentro das escolas, tornando o ambiente mais respeitoso, acolhedor e inclusivo. Departamento de Comunicação Interna
20/05/2024 (00:00)
Visitas no site:  1358187
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.